segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Sobre o ano novo.

Queridos colegas, o natal já se foi e eu nada lhes escrevi, talvez por isso eu esteja hoje digitando essa mensagem. As pessoas ficam extremamente excitadas pelo novo, com tudo, desde um bem a um amor, se for novo é sempre uma maravilha, porque seria diferente com o ano?
Sabemos que muitos projetos são feitos para o próximo ano, sempre, e isso é bom. É bom que tenhamos fé e esperança, que possamos nos concentrar e dedicar ao que nos dá alegria, por isso gosto mais do clima do ano novo do que do de natal, e antes que me acusem de herege, o que seria uma calúnia, vou explicar. Não gosto do clima que se instaura no Natal, pois o consumismo nada tem haver com o Cristo, filho de Deus, e não acredito que o apelo mediático natalino seja mais edificante do que os "bom dia" que espalhamos por aí sem ao menos refletirmos sobre a vida.
Gosto da virada, desde o nome, pois ela inspira muitos recomeços, e a vida é feita de recomeços. Acredito que recomeçar significa dar uma nova chance para nós, para que sejamos felizes. Aprendi que a felicidade, assim como a liberdade, não pode ser ganha de presente, mas é uma conquista diária.
Desejo a todos vocês, amigos e colegas, que recomecem todos os dias, e nesse dia 1º em especial, a jornada que nos é imposta pela vida com a cabeça erguida, com força nas mãos e muita, mas muita alegria e esperança no coração.
Que Deus vos abençoe neste novo ano.